Módulo de um Lughnasadh Céltico

Traduzido por Leonni Moura

Esse se destina a ser realizado como parte de um ritual padrão ADF, com algumas partes não mencionadas de acordo com as tradições do bosque. Esse ritual foi originalmente realizado com mais de um bosque; os chefes mencionados são os druidas seniores. Grandes encontros são tradicionais no Lughnassadh, por isso, é bom que mais de um bosque se reúna para esse ritual. É fácil, porém, adaptar esse rito para um único bosque. O ritual é para ser realizado em uma clareira, ou em um espaço aberto que beira floresta ou qualquer outra área selvagem. Durante o rito, um baterista mantém um ritmo de batimento cardíaco.

Esse ritual é baseado quase totalmente em um sugerido por Maire MacNeill. É claro, o dela envolve uma real vila, leva cerca de uma semana, requer uma real comunidade agrícola, e inclui o sacrifício de um touro. Algumas adaptações foram necessárias.

Esse rito é uma continuação do rito de Beltane, no qual ofertas são feitas aos ‘Moradores’ para que eles permitam fazer o rito em seu meio. Em Beltane que se aproxima nós tememo-los; nós somos tão jovens, e eles são tão velhos. Em Lughnassadh, ganhamos o direito de abordá-los como iguais. Como iguais, podemos fazer um trato com eles, com troca de presentes e estabelecimento de uma recíproca relação entre nós.

De acordo com MacNeil, o rito de Lughnassadh envolve uma substituição de Crom Dubh, o verdadeiro governante, com Lugh. Eu combinei alguns conceitos Védicos, em que Varuna, originalmente dos asuras, ou ‘Moradores’, se torna uma deidade celestial, onde ele se junta com Mitra para manter a lei e a ordem. Crom Dubh é uma figura ctônica, e Lugh tem muitos paralelos com Mitra. Há uma possibilidade de que Crom Dubh/Lugh interajam de maneiras similares como Mitra-Varuna.

O rito identifica Crom Dubh com o touro que é sacrificado. Através de uma morte tripla, ele é elevado ao status de uma divindade celestial. Assim, o tratado não é estabelecido apenas pela troca de comida, mas também através de uma promoção de uma divindade ctônica para o status de uma celestial.                          

Materiais

  • Um pedaço de pão em forma de um touro;
  • Cobri-lo com um pano, até ser usado;
  • Uma tigela de cevada;
  • Uma lança;
  • Uma tigela de frutas selvagens, especialmente colhidas em áreas selvagens ao redor do local;
  • Uma mesa baixa para colocar os itens (chamado de ‘clar’, ‘mesa’ em Gaélico Irlandês.)

Celebrantes

  • Dois Sacerdotes (D1 e D2 – D2 é o Druida Sênior do Bosque Convidado);
  • Adivinho;
  • Campeão;
  • Tocador de Tambor;
  • Outros Druidas Seniores presentes;
  • Uma criança do bosque;

Os Outsiders

Depois que o espaço for estabelecido, o fogo aceso, e as famílias forem chamados, o ritual começa com as oferendas aos ‘Moradores de Fora’.

O Adivinho vai até o oeste do fogo e pega o pão-touro, que está na mesa e coberto.

D1: Desde Beltane trabalhamos,
Nós limpamos e plantamos,
Pegando nossos campos das terras não marcadas,
Medindo nosso mundo em seu meio
E no meio, assim daqueles que habitam lá,
Os que habitam além das fronteiras,
Os que habitam nas terras vizinhas.

D2: Em Beltane nós fizemos oferenda,
Para apaziguar os ‘Moradores’
Para apaziguá-los e agradá-los
Para ganhar-lhes o consentimento relutante
Para nós, para formar-mos nosso mundo ilha,
Nossas casas, nossas culturas,
nosso povo, nossos campos,
Com o grande mar ao redor.

Adivinho: Tudo isso foi feito na terra.
Tudo isso foi feito com o consentimento do governante da terra.
Tudo isso foi feito sob o olhar de Crom Dubh!

O adivinho remove o pano e levanta o touro. Todos cantam:

Touro negro, torto,
Governante da terra sombria,
Touro negro, torto,
Governador dos abismos.

Ele traz o touro em deosil ao redor do círculo. Conforme ele passar em cada pessoa, eles levantam seus braços em honra à ele. Quando ele completar a volta, ele coloca o touro novamente ao oeste do fogo e retorna para seu lugar. Os outros abaixam seus braços conforme ele abaixa o touro. O D1 pega a cerveja e aspergi sobre o touro enquanto o D2 diz:

D2: A chuva fertilizante que cai de cima
Honra o Velho Touro,
Marca-o,
Restabelece o seu lugar como chefe do rebanho.

D1 volta para seu lugar e diz:

D1: Se o Alto Rei é Crom Dubh,
Quem é o rei de nossa tribo?
Quem é o campeão de nosso povo?
Cujos braços fortes permitiram que nossa colheita crescesse?

O campeão levanta a lança e diz: Lugh é nosso campeão!

Os outros repetem. Eles cantam:

Mão forte, brilhante,
Ponta da lança, Lugh é nosso campeão;
Mão longa, habilidoso,
Touro jovem, Lugh é nosso campeão!

O campeão vai em deosil ao redor do círculo com a lança erguida. Conforme passar por cada pessoa, eles levantam seus braços em honra. Depois que o circuito estiver completo, o campeão traz a lança para D1 e a segura na sua frente. Os outros abaixam seus braços. D1 diz:

D1: Sua lança dourada que cai nos campos radiantes
Anuncia o trabalho de sua habilidosa mão.

Ele pega a lança do campeão, que retorna para seu lugar. D1 dá um passo adiante.

D2: Através de sua habilidade e coragem, você nos trouxe a colheita.

D1 dá um passo adiante.

D2: Através do poder que brilha em sua cabeça, você derrotou todos os que se opunham contra você.

D1 dá um passo adiante.

D2: Pelo poder que se encontra na sua lança que nunca erra, você ganhou o alto reinado para si.

D1 corta a cabeça do touro com a lança. A batida do tambor para com um estrondo. Ele remove a cabeça e a coloca no leste do fogo. O tambor começa novamente. Ele então retorna para seu lugar e segura a lança para o D2 dizendo:

D1: Chefe acima de nós, esta lança está confiada à sua guarda.

D2 segura a lança e diz:

D2: Força em Lugh, provamos nosso direito de existir,
Antes daqueles que habitavam a terra sobre nós.
Trazendo nossos plantios até o ponto da colheita,
Chegamos à um ponto de igualdade com eles.

Ele abaixa a lança e diz:

D2: Adivinho da tribo,
Colete os primeiros frutos.

O Adivinho sai do Nemeton com a tigela e reúne os primeiros frutos para o povo. D2 diz:

D2: Chefes da tribo,
Vamos juntos para a terra exterior,
Iremos com força, de igual para igual.
Iremos com presentes, para estabelecer os laços.

O campeão vai até eles e é devolvida sua lança. O D2 pega a bandeja com o corpo do touro e vai até a borda com o campeão atrás dele. Na borda, o adivinho se junta entre o campeão e o D2, e os outros druidas seniores presentes se juntam atrás do D2. O Adivinho dá a cada um deles uma das primeiras frutas. A ordem resultante é o campeão (com a lança), o adivinho (com o pano do touro), D2 (com o touro), e os outros chefes (cada um com uma fruta). Conforme eles saem do Nemeton, o tambor vai parando. Eles vão para a beira das florestas, onde um buraco foi anteriormente cavado.

A lança, as frutas, e o touro são levantados.

O Adivinho diz:

Adivinho: Para aqueles que estão além das fronteiras,
Sejam deuses ou deusas,
Sejam espíritos ou mortos,
Para aqueles que foram antes de nós
E habitam na escuridão da sombra de nosso mundo,
Nós viemos até vocês com oferendas.

(O seguinte discurso é dividido entre os chefes presentes.)

D2: Lugh chegou para vocês, o novo alto rei.
Ele venceu Crom Dubh, cujo senhorio é reconhecido.
O Velho Touro está morto; reconheça como seu novo alto rei o Jovem Touro,
Que vem com sua alta cabeça brilhante.
Que vem até vocês com a nossa merecida colheita
Buscando em troca um tratado de paz.

Apesar de não sermos um povo, que nossas tribos sejam deixadas em paz.

D2 vai até o buraco, acompanhado pelo campeão e o Adivinho. Ele coloca a cabeça do touro no buraco, dizendo:

D2: Retorne, retorne, retorne para o campo não arado
Do qual você é o senhor.

O chefe então dá as primeiras frutas, e coloca no topo do touro, dizendo:

D2: Receba sua oferenda de direito.

Ele então preenche o buraco com as oferendas, dizendo:

D2: Honrados são os montes daqueles que habitam embaixo.

Eles se juntam aos outros, e D2 diz:

D2: Outsiders, e Espíritos da Terra,
Você vê aqui o alto rei e os chefes do povo.
Nós oferecemos a vocês como a lei exige.

O Adivinho vai para o lado do monte, onde uma tigela de frutas foi colocada antes do ritual. Ele traz para o D2 e diz:

Adivinho: Os Moradores de Fora e Espíritos da Natureza sabem bem a lei;
Um presente por um presente, e um laço de hospitalidade com eles.
Um tratado de paz foi estabelecido.

O D2 pega as frutas e diz:

D2: Um presente foi oferecido, e um presente foi aceito.
Um presente foi oferecido, e um presente foi aceito.
A paz está estabelecida entre nós, de verdade.

Todos exceto o Adivinho retornam ao nemeton. O Adivinho senta no monte, e se cobre com a capa do touro e adivinha. A ordem dos outros nesse momento é D2 (com comida selvagem), chefes, e campeões (com a lança). Na borda, eles param e uma criança do bosque vem para a borda e diz:

Criança: As Crianças de Danu fizeram paz com os Habitantes da Terra?

D2: Com presente e presente, uma paz hospitaleira foi estabelecida.

Eles entram no nemeton e o tambor começa. A comida é passada entre eles. Quando todos comerem alguma parte, o resto é colocado no clar. Deverá ser consumido posteriormente na festa.

Oferendas

​Depois que todas as orações forem feitas, o D1 vai até o campeão, que lhe dá a lança. Ele pega a lança e ultrapassa a cabeça do touro com ela. Ele segura a cabeça no alto por um momento, apontando-o para o topo de Bilé. Ele então coloca no fogo e diz:

D1: Decapitado, enterrado e queimado.
Crom Dubh, você também tem sofrido com os sacrifícios.
Vá, agora, para os reinos celestiais, para a terra do céu,
Onde habitam os Brilhantes.
Tome seu lugar entre eles,
Como governante ao lado de Lugh.

D2: O Adivinho recebeu os presságios?

O Adivinho remove a capa e retorna ao nemeton. Ele fica na borda e dá os presságios. O Ritual então continua normalmente.

O Ritual então cotinua da maneira convencional.

Referências

MacNeill, Maire. The Festival of Lughnasa. Oxford: The Oxford University Press, 1962.

Rig Veda. ed. and tr. O'Flaherty, Wendy Doniger. Harmondsworth, UK: Penguin Books, 1981.

Author Information

David Fickett-Wilbar (Ceisiwr Serith)

Articles by David Fickett-Wilbar (Ceisiwr Serith)

Ár nDraíocht Féin: A Druid Fellowship, Inc.

Please consider Donating to ADF

Report out of date page via email

Technical Difficulties? Email adf-webmasterat_signadf.org

Suggestions for the Mother Grove? Email adf-suggestion-boxat_signadf.org